Category Archives: Pupilas dilatadas

O assunto mais importante do mundo pode ser simplificado até ao ponto em que todos possam apreciá-lo e compreendê-lo. Isso é – ou deveria ser – a mais elevada forma de arte.

Recebi um comentário de Aurelís no post A minha próxima vida que o faz merecer retratação imediata. Justo quando ando (de novo) apaixonada por Chaplin, do alto da minha ignorância, não fazia idéia que era ele quem estava por trás … Continue reading

Posted in É a vida!, Nem te conto!, Pupilas dilatadas | 1 Comment

5 mocinhas elegantes

Não resisti a essa patota pendurada no ateliê-bonde do Getúlio. Passava por ali a caminho do trabalho, segunda, terça, quarta, quinta e na sexta decidi que seriam minhas! Vão para um pedaço de parede da sala já reservado para elas. … Continue reading

Posted in Brincar de quê?, Pupilas dilatadas | 3 Comments

Um inteirinho só pra mim

Mais um trabalho saindo do forno do ateliê do J. Mais um pra fazer a casa bonita e depois partir, deixando um prego solitário na parede vazia. Eles vêm se chegando, espalham-se pela casa e quando começo a acreditar que … Continue reading

Posted in É a vida!, Pupilas dilatadas | Leave a comment

Sol de J.Borges

J. fez a impressão do sol de J.Borges e descobrimos que é um sol mocinha. Nós mulheres querendo dominar o mundo quando já temos o sistema solar!

Posted in Pupilas dilatadas | 2 Comments

Minimalezas altamente consumíveis

Tudo bem, eu confesso! Não resisti às barraquinhas do Brasil Rural Contemporâneo. Mas quem resistiria? No pavilhão do Sul era um absurdo a fartura de guloseimas! O do Nordeste não precisa de apresentação e o da Amazônia, bastante curioso, entre … Continue reading

Posted in Pupilas dilatadas | 1 Comment

Uma manhã com J.Borges, Jô Oliveira e Bule-Bule

A ida ao Brasil Rural Contemporâneo, V Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária, foi uma bela surpresa! Fato que saí de casa com um baita de um espírito consumista, só pensando na palavrinha mágica “artesanato”. Mas passar a … Continue reading

Posted in Pupilas dilatadas | 3 Comments

Relembrando os tempos de Archive

Faz muito que não abro uma, é verdade, mas a internet facilita tudo. Essa campanha é uma daquelas que a gente se belisca de querer ter feito… Já essa outra peça, meio machistinha, é engraçada. Anúncio de homem pra homem … Continue reading

Posted in É a vida!, Pupilas dilatadas | Leave a comment

E na falta do que dizer, sonho..

… com uma Campanas igualzinha a essa em minha sala.

Posted in É a vida!, Pupilas dilatadas | Leave a comment

Loki – Arnaldo Batista

Ingressos garantidos um dia antes, lá estávamos J e eu no Odeon para ver o documentário de Paulo Henrique Fontenelle. A história dos Mutantes por si só já bastaria para querer muito ver o filme, mas a curiosidade sobre essa … Continue reading

Posted in É a vida!, Ondas sonoras, Pupilas dilatadas | Leave a comment

No meio do árido Largo da Carioca, entre pedintes, pregantes e vendedores, quem consegue abstrair o caos, tem o prazer de se deparar com essas duas árvores lindas, que ficam logo ali na entrada da praça do Metrô. O tronco … Continue reading

Posted in É a vida!, Pupilas dilatadas | Leave a comment

Duas bolsinhas, muitos detalhes

Existe uma feira de artesanato que, sem deixar qualquer sinal de que vem ou que vai, aparece por dois dias no Largo da Carioca, cheia de coisinhas interessantes. É pura sorte estar passando por ali numa dessas ocasiões, mas sorte … Continue reading

Posted in Costurinhas, Pupilas dilatadas | 4 Comments

Chiquitim Dandô

Hoje tirei um tempinho para visitar a Micheliny Verunschk… e que ótima decisão! Acabei por fazer um passeio delicioso, desses que deixam a gente sorrindo pelo resto do dia. No meio das estampas de um vestido fofo estava Beatrix Potter, … Continue reading

Posted in Costurinhas, É a vida!, Pupilas dilatadas | 2 Comments

As portas abertas de Santa Teresa

Caminhar pelas ruas do bairro é sempre uma delícia, principalmente com o dia lindo de ontem, mas a verdade é que esperava mais. Mais Zemog, mais Zé Andrade, mais Dinorah, mais cerâmicas na linda casa da Monte Alegre e de … Continue reading

Posted in É a vida!, Pupilas dilatadas | 1 Comment

Adoro presente surpresa

Principalmente se fico linda nele! Encantaram-me esses desenhos da Bel, que lá de BH conseguiu me ver assim. E a surpresa não ficou por aí, porque chegaram esses outros ainda mais lindos. O Caneta não vê a hora de ter … Continue reading

Posted in É a vida!, Pupilas dilatadas | Leave a comment

Deeply different

Diferente mesmo! Como todo comercial deveria ser e como há tempos não vejo um… Fossem todos eles assim, agências e clientes não estariam loucos e descabelados porque o público vai pular os breaks quando vier a TV digital. Eu não … Continue reading

Posted in Pupilas dilatadas | 1 Comment